A importância da música

music1

A  Música durante a Gravidez e no Pós-Natal vai promover um desenvolvimento emocional com equilíbrio exercendo efeitos terapêuticos. Trazendo inúmeros benefícios.


A Música reúne o encontro da música com a harmonia, exercendo efeitos terapêuticos. É um meio de expressão, de comunicação, de estruturação e de análise da relação. Os seus efeitos crescem na relação entre o utente, a música e o terapeuta. Promove o bem estar físico, emocional, cognitivo e social
O encanto da música com efeitos sedativos são as canções de embalar, cantadas pelas mães para adormecer os seus bebés. O som faz parte do meio que nos rodeia, é absorvido desde o nascimento, ou mesmo antes, com a memória do ritmo do coração materno, produzindo uma sensação de segurança e bem-estar.
A sociedade reprime a expressão de afectos, tornando o indivíduo cada vez mais inibido ou até ausente de afectos. É desde a vida intra-uterina que estes nascem e devem ser desenvolvidos e acompanhados ao longo da vida sem os colocar de parte ou mesmo esquecer…
Assim, através do som, o ser humano poderá alcançar um auto-conhecimento que permite dar e receber, sobretudo agora, num mundo sem tempo, podendo partilhar e tornar-se presente no desenvolvimento dos seus filhos.
Através da expressão corporal, o indivíduo facilita a expressão de emoções e dá a conhecê-las sem linguagem verbal.

Objectivos
– Compreender as próprias emoções e do outro
– Manifestação de afectos através do movimento e da expressão corporal
– Promoção da interacção e desenvolvimento das relações interpessoais
– Promoção da Vinculação/Regulação Emocional
– Aprender a comunicar
– Fortalecimento de laços afectivos pais-bebé
– Desenvolvimento da criatividade
– Redução do stresse e da ansiedade
– Melhorar a auto-estima

Cláudia Madeira
Especialista do Portal doBebé
Psicóloga Clínica, Formação  em Musicoterapia
Psy HealthyLife
www.psyhealthylife.com 

Written By
More from

Crianças mortas pela mãe em Lloret del Mar

Martin Smith, de 45 anos, já foi extraditado para o Reino Unido,...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *