A violência escolar (“bullying”)

72

A violência escolar ("bullying") é uma fenómeno cada vez mais frequente e visível, trazendo uma multiplicidade de consequências nas vítimas, nomeadamente em termos da sua auto-estima e até da sua saúde física e psicológica.


Assim, a violência escolar pode ser traduzida em comportamentos anti-sociais, delinquência, vandalismo e comportamentos de oposição, sendo definida como actos de violência física e psicológica, intencionais, repetidos e sistemáticos, ou seja, diferem dos episódios pontuais de conflito entre pares de igual estatuto ou poder, sendo praticados por um ou mais indivíduos que escolhem vítimas mais fracas ou mais novas, cuja capacidade de defesa seja diminuta em relação aos agressores.
O "bullying" envolve uma multiplicidade de comportamentos, tais como:
– actos de agressividade física
– agressões verbais
– comportamentos de manipulação social ou indirectos
– maus-tratos psicológicos
– ataques à propriedade
A agressão indirecta é caracterizada por forçar a vítima ao isolamento social, sendo mais comum em raparigas e em crianças pequenas, envolvendo, por exemplo, críticas ao modo de vestir da vítima, espalhar boatos e recusa em se socializar com a mesma.

Mas será que todas as vítimas são passivas, ou seja, deixam-se submeter por estes agressores?

Existem dois tipos de vítimas: as que são efectivamente passivas, ou seja, inseguras, ansiosas e incapazes de se defenderem e as agressivas, de temperamento exaltado e que retaliam o ataque, ou seja, são agredidas e agridem também.

Quais são os principais efeitos do "bullying", sinais de alarme e como é que as vítimas podem ser ajudadas?

O bullying persistente pode ter uma multiplicidade de efeitos sobre a vítima, constituindo indubitáveis sinais de alarme, e que transmitem que algo se passa com a criança/jovem e que a mesma necessita de ajuda profissional.
– Efeitos sobre o indivíduo poderão incluir:
> Problemas gástricos
> Dores não-especificadas
> Medo de expressar emoções
> Problemas relacionais
> Abuso de drogas e álcool
> Auto-mutilação
> Baixa auto-estima
> Isolamento social
> Depressão
> Recusa escolar
> Diminuição do rendimento académico

Draª Ana Sousa
(Psicóloga Clínica)
Especialista doBebe.com

Tags from the story
Written By
More from

Amamentação diminui risco de asma nas crianças

Uma equipa de investigadores britânicos acaba de confirmar mais um benefício da...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *