Álcool na gravidez

alcool gravidez

alcool gravidez

Novos estudos de Especialistas revelam que o consumo mínimo de bebida ingerido pela grávida afecta  o cérebro do filho e pode até mesmo causar futuras dificuldades na sua  aprendizagem. Nomeadamente a sua capacidade de concentração e dificuldades em idade escolar. De acordo com o estudo, feito pela psicóloga Luciana Inácia de Alcântara,” as crianças em idade escolar cujas mães relataram beber uma quantidade de três ou mais doses de álcool eventualmente (por cerca de 10 dias) durante toda a gravidez tiveram uma pontuação média menor em testes de avaliação cognitiva. Os meninos também apresentaram alterações de comportamento, segundo Luciana.”

Para a pesquisa, Luciana entrevistou pais e cuidadores de 86 crianças entre 8 e 9 anos. “O desenvolvimento cognitivo está relacionado à abstração, atenção, linguagem, função executiva, concentração, memorização e ao julgamento crítico. “Mesmo em uma amostra relativamente restrita de mães e crianças, e com dados por vezes conflitantes em relação ao consumo de álcool durante a gravidez referido pelas entrevistadas, foram observadas alterações cognitivas, inclusive quando o consumo de álcool era leve e moderado”, disse a pesquisadora à Agência USP.

O caso mais grave conhecido pelo consumo de bebida alcoólica na gravidez o é a Síndrome Fetal do Álcool, que se caracteriza por atraso no crescimento e problemas comportamentais e cognitivos.

Written By
More from

Passatempo Mês de Setembro – Vencedores

Para concorrer aos nossos passatempos tem que ser um membro registado no...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *