Amamentação Problemas Frequentes

A mãe fica mais confiante de que conseguirá resolver a situação se:

Tiver informação correcta;
Seguir as orientações dadas;
Mantiver a calma;

Mantiver a calma;
For paciente;
For persistente.
Ingurgitamento (encaroçamento)

Antes de amamentar ou fazer a extracção de leite, estimular o reflexo de saída do leite da seguinte forma:
      – Sempre que possível, é importante o bebé estar junto da mãe (contacto com a pele)
      – Pensar no bebé
      – Colocar água morna nas mamas (o uso de saco de água quente tem-se revelado bastante eficaz, ou tomar um duche morno nas mamas ou mergulhar a mama afectada numa taça com água quente e em simultâneo, fazer a massagem com movimentos circulares;
      – Massajar a mama levemente, com movimentos circulares não no mamilo (pode ser usado um creme gordo, óleo de amêndoas doces ou manteiga de cacau, para facilitar a massagem) e após a aplicação, pentear a mama com os dedos (ou pente de permanente) da base em direcção ao mamilo;
      – Massajar o pescoço e as costas (de cima para baixo, com os dois polegares ao longo da coluna em movimentos circulares) – pedir ajuda a alguém de confiança. Esta massagem ajuda a mãe a descontraír e estimula o reflexo de saída (ocitocina) do leite.

Se o bebé for capaz de mamar, deve ser alimentado frequentemente. Verificar a pega;
Se o bebé não for capaz de mamar porque a mama está muito cheia/dura, o leite deve ser retirado manualmente ou com a bomba; Por vezes é apenas necessário retirar um pouco de leite até que a mama fique suficientemente macia para o bebé conseguir pegar. Por sistema não deve retirar o leite após a mamada, só se ficar muito incomodada.
Depois da mamada, pode-se colocar água fria ou gelo na mama, para ajudar a reduzir o edema (inchaço), durante 10/15 minutos. 
Se o ingurgitamento resultar da descida do leite, pode ajudar se a reduzir ligeiramente a ingestão de líquidos (só durante aproximadamente 2 dias).
Mamilos doridos / com fissuras

Corrija a pega. Os mamilos doridos são, na generalidade, consequência directa de uma má pega;
Antes de começar a dar de mamar deve ser estimulado o reflexo de saída do leite;
No final da mamada espremer um pouco de leite e aplicar nos mamilos e areolas;
Deixar os mamilos ao ar/sol o máximo de tempo possível;
Apesar de normalmente não recomendarmos o uso de pomadas, por vezes, é necessário o uso de lanolina pura ou eventualmente outra pomada cicatrizante. Estes devem ser recomendados por pessoal especializado (aconselhe-se com uma das nossas voluntárias);
Se saír sangue dos mamilos, a mãe pode querer retirar o seu leite e dá-lo à colher ou com o copo até se sentir melhor.
Bloqueio dos ductos e mastite

Mamadas frequentes;
Verificar a pega;
Durante a mamada aplique um saco com água quente. Se possível, pedir a alguém para segurar o saco de água quente;
Começar a mamada pela mama não afectada, mas logo que o reflexo de ocitocina de active (imagine o leite a fluir), mude de imediato para a mama afectada;
Massajar com a ponta de dois dedos no local do nódulo no sentido da saída do leite;
Ao amamentar a mãe deve mudar as posições de maneira a que o leite possa ser igualmente bem drenado em todos os quadrantes da mama. Ajuda a inclinar o corpo para o lado oposto do nódulo.
Se a amamentação for difícil, retirar o leite manualmente com frequência.
Recusar a mamar

Corrigir a pega;
Manter o bebé próximo; Manter bastante contacto pele-a-pele, não apenas durante as mamadas;
Dormir próximo do bebé;
Oferecer a mama sempre que sinta o reflexo de ocitocina activo ou quando o bebé esteja a querer mamar. Alterar as posições. Não forçar o bebé de encontro à mama. Não se deve balançar a mama;
Tirar leite para a boca do bebé;
Alimentar o bebé com um copinho, colher, seringa ou conta-gotas. Sempre que possível alimentar o bebé com o leite da própria mãe.;
Evitar tetinas ou chuchas.

ASSOCIAÇÃO SOS AMAMENTAÇÃO
Especialista doBebe.com

Tags from the story
Written By
More from

Mamadeira em excesso pode causar obesidade infantil

Pais, cuidado! Depois de descobrirem que nascer de cesariana pode favorecer a...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *