Mãe

Anestesias no Parto

Anestesias no Parto
do Bebé

A anestesia para o parto pode ser local, epidural ou geral.

A geral hoje em dia só é empregada raramente quando não for possível ou não for bem sucedida a anestesia regional e em casos especiais de determinadas patologias obstétricas.


Os inconvenientes da anestesia geral são uma possível depressão respiratória do recém-nascido, que precisa ser muito bem assistido, e a lamentável falta de contacto entre mãe e o bebé por ocasião do nascimento. Esta anestesia pode ser administrada por via endovenosa ou inalatória.

A local só permite a anestesia da região onde é feito o corte para partos vaginais (episiotomia) e sua posterior sutura. É aplicada pelo próprio parteiro localmente, anestesiando o nervo responsável pela sensibilidade de parte da vagina, vulva e períneo.

A anestesia mais empregue e bem indicada é a epidural, que tira a sensibilidade da parte inferior do abdómen e de todo o canal do parto.
Não interfere com o recém-nascido e pode ser utilizada tanto no parto vaginal, como na cesariana.

Click to add a comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mãe
do Bebé

More in Mãe

estrias mustela 29

Anti-Estrias Dupla Ação Mustela 9 Meses

mulher mae preturbacoes 893

20 por cento das mulheres grávidas sofre de uma perturbação mental

depressao parto

A depressão materna afeta a interação mãe-bebé?

gravidez problemas

Doenças Durante a Gravidez

problemas na gravidez 03893

Gravidez ectópica

garvida medicamentos 001

Tomar Medicamentos durante a Gravidez

placenta0982

Placentofagia: Por que é que as pessoas comem a placenta?

mulher filma aborto

Mulher filma o próprio aborto e diz que experiência não precisa ser traumatizante

Parceiros:
contacto: info@dobebe.com

Copyright © 2016 doBebe.com.