Bebé sobrevive três dias sozinho com ferida de bala

Um bebé de sete meses – uma menina – sobreviveu três dias sozinho, com uma ferida de uma bala no peito e rodeada dos cadáveres dos seus pais e do seu irmão, durante três dias. O milagre aconteceu na cidade de Goya, no nordeste da Argentina, onde viviam Francisco Lotero de 56 anos, Miriam Coletti, de 22, e os dois filhos pequenos.

De acordo com as primeiras investigações, ter-se-á tratado de um aparente pacto suicida motivado pelo medo do aquecimento global.

Os vizinhos do casal avisaram a polícia de um cheiro estranho que saía da casa. Quando a polícia chegou, encontrou os três cadáveres e o bebé, ferido no peito. A menina está hospitalizada e encontra-se a recuperar bem.

in ionline.pt

Written By
More from

Pais que substituem mães

Em Portugal, há cada vez mais homens a substituir as mulheres no...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *