Bebés espancados por educadoras

A polícia de Pistoia, no Centro de Itália, encerrou uma creche e deteve a sua proprietária e uma educadora-de-infância por agressões e maus tratos contra bebés de poucos meses. Anna Laura Scuderi, de 41 anos, e Elena Pesce, de 28, batiam violentamente nas crianças, fechavam-nas durante horas num quarto escuro e chegaram, inclusivamente, a obrigar um bebé de oito meses a engolir o seu próprio vómito.

Alguns pais desconfiavam há muito de que algo de errado se passava na creche Cip Ciop. Afirmam que os filhos choravam convulsivamente ao chegar à creche e, quando regressavam a casa, ficavam apáticos ou agressivos. Até que um pai e uma mãe decidiram apresentar queixa à polícia.

Investigadores falaram com pais que tinham retirado os filhos da creche e com quatro educadoras que tinham lá trabalhado, que confirmaram os maus tratos. Depois colocaram câmaras ocultas na creche sem que ninguém se apercebesse e as imagens que recolheram foram tão chocantes que só as mostram aos pais que as pedem. Mostram, por exemplo, uma das acusadas a levantar agressivamente um bebé sentado na cadeira e a espancá-lo, e as duas mulheres a abrirem com força a boca dos bebés para os obrigar a comer, entre outras barbaridades. A Imprensa designou o local como a ‘Creche dos Horrores’ ou a ‘Creche Campo de Concentração’.

in http://www.correiomanha.pt/

Written By
More from

Crianças e o Marisco

O marisco mais consumido em Portugal caracteriza-se por: - Bivalves (amêijoas, conquilhas,...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *