Bebés prematuros e a temperatura

Bebés prematuros podem sentir temperaturas de forma diferente
Um estudo publicado na revista Pain alega que os bebés prematuros que precisam de cuidados intensivos ou cirurgia nos primeiros dias de vida podem vir a revelar, quando são crianças, alterações na sensibilidade ao calor e ao frio.
A investigação envolveu 43 crianças com onze anos nascidas com, pelo menos, 26 semanas de gestação,que foram comparadas com outro grupo de miúdos que terão sido bebés de termo. Os investigadores perceberam que as crianças que foram bebés prematuros sentiam o quente e o frio de forma diferente, revelando-se menos sensíveis à temperatura.

Segundo referem, tudo poderá estar relacionado que a dor sentida nos primeiros dias de vida. Até porque, refere o artigo dos peritos do Institute of Child Health, as alterações serão mais evidentes nos bebés que foram submetidos a uma cirurgia. “O nosso estudo mostra que os bebés que nasceram prematuros e precisaram de cuidados intensivos ou cirurgia desenvolveram alterações nas suas respostas às sensações de quente e frio. Como são as mesmas fibras nervosas que transmitem a temperatura e a dor, as mudanças na sensibilidade térmica podem ser associadas a respostas alteradas à dor passados alguns anos. Nos nossos estudos de laboratório, também mostramos que as incisões cirúrgicas que acontecem cedo na vida reduzem a sensibilidade à temperatura e à pressão e alteram a resposta à dor em futuras cirurgias”, refere Suellen Walker, Institute of Child Health, no artigo.

Segundo a especialista, tudo estará relacionado com o facto de o nosso sistema nervoso estar ainda a desenvolver-se nos primeiros tempos de vida e , por isso, estar sujeito a alterações perante “estímulos” fortes. O objectivo da investigação tem assim outro alcance: “queremos compreender as melhores formas de tratar a dor em diferentes etapas de desenvolvimento. Estamos actualmente a testar diferentes tipos e doses de analgésicos para prevenir estas mudanças a longo prazo que descobrimos e julgamos que isto poderá ajudar os médicos a escolher os analgésicos mais eficazes para os bebés prematuros”.

in Publico

Written By
More from

DanCake lança nova gama WINX

Se os seus filhos são fãs do universo mágico das fadas Winx,...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *