Cesariana “antes da hora” pode atrapalhar desenvolvimento pulmonar do bebé

A realização de parto cesariana antes de 39 semanas da gestação pode atrapalhar o desenvolvimento pulmonar do bebé, aumentando os riscos de problemas respiratórios, segundo estudo publicado na edição de janeiro do New England Journal of Medicine.
De acordo com os autores, as taxas de cesariana têm aumentado significativamente nos Estados Unidos – de 20,7% no ano de 1996 para 31% em 2006. Mas esse tipo de parto não está livre de riscos, pois, quando realizado antes de 39 semanas de gestação, há mais chances de morte do bebé, síndromes respiratórias, sepse (infecção grave) e crises epiléticas.

Avaliando 25 mil partos cesariana, os pesquisadores observaram que, comparados com o nascimento em 39 semanas de gestação, os nascimentos com 37 e 38 semanas apresentavam maiores riscos. “Comparados com bebés nascidos naturalmente, aqueles nascidos de parto cesariana estão sob maior risco de resultados respiratórios adversos, especialmente quando o nascimento ocorre antes do início de trabalho de parto”, ressaltaram os autores.

Os especialistas destacam que atrasar o procedimento até a 39ª semana pode reduzir a morbidade neonatal, porém, a realização do parto além da 40ª semana também pode trazer problemas. Em relação ao sistema respiratório, um teste de maturidade pulmonar fetal poderia ajudar a determinar o momento apropriado para o nascimento.

Written By
More from

Indonésia: bebé «pagou» para nascer

Uma mãe que não tinha dinheiro para pagar a conta do parto...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *