Complicações relacionadas a gravidez e parto matam 22.680 mulheres

No total, 22.680 mulheres morrem anualmente no continente americano por complicações derivadas da gravidez e do parto, revela um informe publicado nesta segunda-feira pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH).

"As causas dessas mortes, em geral, são de fácil prevenção", informa o organismo em comunicado, destacando a responsabilidade dos Estados.

A CIDH adverte no informe que um número elevado de mulheres pobres, indígenas e/ou afrodescendentes, das zonas rurais, são as principais vítimas.

As instalações deficientes dos serviços de saúde, certas leis e políticas que regulam esses serviços e as práticas discriminatórias limitam o acesso das mulheres aos serviços sanitários, sobretudo em países em desenvolvimento, segundo o comunicado.

No Haiti, por exemplo, morrem aproximadamente 670 mulheres para cada 100.000nascimentos , enquanto no Canadá morrem sete mulheres para cada 100.000 nascimentos, segundo o informe.

No Peru, 74% das mulheres de áreas rurais e 90% das indígenas dão à luz em suas casas sem a assistência profissional, sendo a Bolívia o país com a taxa de mortalidade materna mais alta na região andina (290 ao ano).

A CIDH registrou cerca de 2 milhões de mães adolescentes, entre elas 54.000 com menos de 15 anos de idade na região.

As adolescentes grávidas enfrentam entre duas a cinco vezes maiores riscos de morte em comparação com as mulheres de 20 anos ou mais, sendo mais provável que seus filhos morram ainda durante a infância, segundo o informe.

Um total de 536.000 mulheres morrem a cada ano no mundo por complicações da gravidez e parto. O Banco Mundial calcula que se todas tivessem acesso a um simples acompanhamento da gravidez, por exemplo, 74% das mortes maternas poderiam ser evitadas.

in AFP

Written By
More from

Queques de maçã ( 2 anos)

Ingredientes: margarida  vegetal para untar farinha para polvilhar 2 maçãs (mais…)
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *