Coragem, Mães! Bom ano lectivo!

bom ano lectivo

bom ano lectivo

O ínicio do ano escolar está aí…a bater-nos á porta. Qual “furacão Isaac”, assim que a abrimos, vira as nossas casas do avesso!

Depois de uns meses de férias, para os mais pequenos, e de uns (míseros) quinze dias para os crescidos (para os que ainda têm a sorte de ter um trabalho), voltam com instintos autoritários quase ditatoriais, as rotinas, os horários, os lanches, os trabalhos de casa, o trânsito…somando-se, sem dó nem piedade, ás refeições, aos banhos, ás limpezas, ás compras no supermercado, á roupa por passar a ferro que não para de se amontoar no cesto… só pensar no que aí vem, é mais do que suficiente para ficar cansada!

Isto para não falar do fim do Verão e dos dias solarengos que tanto nos ajudam a superar as agruras dos dias corridos…e da chegada do Outono, das chuvas, dos frios, das constipações, das febres…das noites mal dormidas e, o pior de tudo, dos queixumes dos nossos pequenos, com os olhitos caídos e a testa a ferver, a garganta que dói e a tosse que cisma em não passar…

Não há que desesperar…foi assim no ano passado e a verdade é que cá estamos para contar a história! Ao contrário das previsões mais pessimistas…sobrevivemos!

Não é fácil. A adaptação não é só nossa, mas também dos nossos pequenos e temos de nos aguentar á bronca por nós e, essencialmente, por eles! Eles é que são as crianças e precisam de saber e mais ainda de sentir, que nós sabemos o que estamos a fazer, que não há nada que nos derrube (pelo menos, totalmente!…ás vezes, vergamos um bocadinho!), que estamos lá por eles e com eles, que nada lhes faltará, principalmente, carinho, apoio, e muitos beijos e abraços!

As mães são seres quase extra-terrestres, com poderes mágicos e feitos inexplicáveis de bravura, resistência, força e muita convicção, mas também de muito amor, dedicação e altruísmo. “Mamã, tu consegues tudo!” – já perdi a conta ás vezes que ouvi esta frase. As expectativas que depositam em nós são muitos elevadas e a responsabilidade de estar sempre no 1º lugar do pódio, com a medalha de ouro ao peito, traz também uma pressão á qual resistimos e enfrentamos com cabeça levantada e sorriso nos lábios, mesmo que ás vezes por dentro não nos sintamos assim tão capazes!

Mas, na verdade…é isso que somos mesmo: capazes! Somos muito capazes! Ser mãe é a tempo inteiro, é sê-lo mesmo quando estamos no nosso posto de trabalho a pensar no que vamos fazer para o jantar, a pensar como lhe estará a correr a ficha de avalição de Matemática ou Língua Portuguesa, a pensar como vamos fazer para passar no supermercado e em casa da nossa mãe para lhe dar um beijinho (sim, porque as mães também são filhas!) e ainda assim chegar sem atrasos á escola para os ir buscar…e que ainda dava jeito ir á lavandaria, e que é preciso meter gasolina no carro e a conta da luz que está por pagar e hoje é o último dia!!! Assim de repente…parece uma canseira!

E é!

Mas, nós mães, chegamos para isto e mais qualquer coisinha!…e vê-los saudáveis e felizes é quanto basta – com umas horas de sono retemperador á mistura – para que no dia seguinte nos sintamos cheias de vigor e entusiasmo para mais um dia das nossas vidas: da nossa vida de mulher, da nossa vida de mãe e da vida dos nossos filhos!

Coragem, Mães! Bom ano lectivo!…

 

call mom

Crónica Call Mom por Manuela Barroso

Written By
More from

Gases na Gravidez

Apesar da sua gravidez trazer momentos mágicos, em alguns casos também traz...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *