De filho para pai

Compartilhar o armário já era um fenômeno bem estabelecido nas relações entre mães e filhas. Agora, ele atinge o lado masculino da família: os pais "assaltam" o guarda-roupa dos seus filhos e vice-versa. O que eles mais procuram no closet alheio? A polo. Mas não é qualquer camisa polo. É a versão enfeitada do modelo clássico, inventado nos anos 30 pelo tenista francês René Lacoste: na camisa de colarinho mole e três botões é obrigatório constar algum emblema (na frente, nos ombros, nas costas… melhor ainda se ele estiver em todos os lugares ao mesmo tempo). Pode ser um número ou um escudo inspirado nos dos times de rúgbi e polo, bandeiras (de onde mesmo?) ou brasões de universidades de elite (quais mesmo?). Não importa. O que importa é que, ao vestir uma dessas polos, ninguém com mais de 40 anos espera ficar parecendo um jogador de polo com mais de 40 anos. "O guarda-roupa dos homens maduros rejuvenesceu", diz o empresário Sergio Kamalakian, dono da marca Sergio K. Entre as grifes mais disputadas por pais e filhos estão Abercrombie & Fitch, Polo Ralph Lauren, VR, Scotch & Soda, Rug-by, Tommy Hilfiger e a própria Sergio K.

O apresentador Álvaro Garnero, de 41 anos, tem em seu closet mais de quarenta polos. E as divide sem dramas com o filho Alvarinho, de 13. "O closet dele é a minha loja", diz o filhão. "Ele só não usa meus sapatos porque são pequenos pra ele", orgulha-se o paizão. O estilo despojado, com modelagens justas, veste melhor os jovens, como ensina a consultora de moda Chiara Gadaleta. "Homens mais velhos podem até usar, mas com cautela." Em outras palavras: vale usar a peça chamativa, desde que combinada a outra básica, como um jeans. Mas, cuidado: esse é o tipo de roupa que demanda um ar jovial. Caso contrário, surte o efeito inverso: acentua a idade. Ah, sim, como moda é o que todo mundo quer usar até que todo mundo esteja usando, algumas grifes já abandonam os brasões. Sergio K, por exemplo, os substituiu por referências bem-humoradas ao universo masculino, como silhuetas femininas e desenhos relativos ao pôquer. A cara do pai – e do filho.

http://veja.abril.com.br/170210/filho-para-pai-p-061.shtml
 
 

 

Written By
More from

Quando o seu filho prefere o Papá!!

Bem nove meses na barriga e o corpo da mulher transforma-se para...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *