Actualidades

Dormir é bom, Dormir faz bem» alerta para as boas práticas

Dormir é bom, Dormir faz bem» alerta para as boas práticas
do Bebé

As crianças e os adolescentes portugueses evidenciam níveis de sonolência diurna preocupantes. O alerta parte da professora Helena Rebelo Pinto, que, em conjunto com a neurologista Teresa Paiva e a ilustradora Danuta Wojciechowska, acaba de lançar o livro «Dormir é bom, Dormir faz bem» (Bertrand Editora). Em entrevista ao Diário Digital, além de nos elucidar sobre a importância do sono, anuncia não uma, nem duas, mas três novidades…

«Dormir é bom. Dormir faz bem» é um livro de lengas-lengas para as crianças que ainda não sabem ler. Destina-se a ser usado pelos pais e pelos educadores para sensibilizarem as crianças para a importância de dormir bem e como dormir bem. Até porque, de acordo com as autoras, a questão do sono é uma questão da maior importância, não só ao nível da saúde, mas também do sucesso escolar ou da sociabilidade.

Como é que a Helena Rebelo Pinto (psicóloga), a Teresa Paiva (neurologista) e a ilustradora Danuta Wojciechowska se cruzam? E como é que surgiu a ideia de dedicar um livro ao sono?
A Prof. Teresa Paiva é uma reputada neurologista, professora da Faculdade de Medicina de Lisboa e reconhecida especialista na área do sono, na qual aliás foi pioneira. Eu própria, professora da Faculdade de Psicologia de Lisboa e especialista em Psicologia da Educação, tenho trabalhado nos últimos anos com a Prof. Teresa Paiva na área da Educação e Terapêutica do Sono. Portugal é um país privado de sono e muitas pessoas procuram ajuda para melhorar a qualidade do seu sono, através de processos de reeducação. Isto acontece em todos os grupos etários, sendo crescente o número de crianças e adolescentes que procuram esta ajuda. De facto, as crianças e os adolescentes portugueses evidenciam níveis de sonolência diurna preocupantes sendo a duração do seu sono manifestamente insuficiente. Por outro lado, as solicitações da sua vida social remetem o momento de deitar para horas cada vez mais tardias, sobretudo aos fins-de-semana, donde resultam horários de sono com acentuada irregularidade.

Do nosso ponto de vista, a questão do sono das crianças e dos adolescentes é uma questão da maior importância, não só ao nível da saúde, mas também do sucesso escolar ou da sociabilidade. Foi por isso que surgiu a ideia de fazer três livros, destinados a três grupos etários.

«Dormir é Bom, Dormir Faz Bem», lançado no passado dia 1 de Junho, Dia da Criança, é um livro de lengas-lengas para as crianças que ainda não sabem ler. Destina-se a ser usado pelos pais e pelos educadores para sensibilizarem as crianças para a importância de dormir bem e como dormir bem. «O Meu Amigo, o Sono» é uma obra destinada a crianças do 1º e do 2º ciclo que, sabendo já ler, são capazes de acompanhar os problemas de uma família que dorme mal e aprender com eles o que é preciso fazer para se dormir bem. Este livro será lançado em Setembro próximo. O terceiro livro, intitulado «Os Mistérios do Sono», foi lançado no dia 19 de Março último, o Dia Mundial do Sono e destina-se a adolescentes. A acção passa-se numa escola, onde os alunos através de experiências várias com aplicação do método científico, vão explorando os diferentes aspectos do sono e assim, de uma forma activa, aprendendo o que se deve fazer para dormir melhor. Este livro, aliás, ganhou o prémio internacional do Dia Mundial do Sono de 2010.

Este projecto foi apresentado à Editora Bertrand que desde logo o acarinhou e que juntou à nossa equipa a ilustradora notável que é a Danuta. Os seus desenhos são maravilhosos mas destacaria, sobretudo, a sua capacidade de interpretar e traduzir nos seus traços, o rigor científico e as exigências pedagógicas que requerem obras desta natureza.

A construção da história é inovadora, com as lengalengas e com um ícone a identificar cada um dos personagens antes de cada estrofe…de quem foi a ideia?
No livro «Dormir é Bom, Dormir Faz Bem» optou-se por um texto em forma de lenga-lenga por ser uma modalidade de fácil apreensão e retenção por parte das crianças. Procurou-se uma rima simples, bem marcada pelo ritmo e recheada de palavras-chave que correspondem aos conceitos centrais a transmitir. Para isso contribui, é certo, a minha longa experiência de construção de programas educativos, em diversas áreas, mas foi também um desafio por constituir uma novidade, não só em relação ao sono, como do ponto de vista pedagógico. O livro sugere, através dos ícones que referenciam os personagens, uma maior identificação com eles, e também diversas possibilidades de dramatização. Com estas características, penso que se pode dizer que não existe em nenhum outro país uma obra como esta. E a receptividade quer das crianças quer dos educadores que tem sido extraordinária, mostra bem isso…

O livro começa com a Família Pardal, que não consegue pôr as crianças a dormir a boas horas. Considera que há actualmente uma falta de rotina?
Este livro, tal como o «Meu Amigo o Sono», conta a história da Família Pardal que dorme mal e que aprende a dormir bem. No fundo, os livros conduzem as crianças através de um percurso de aprendizagem dos bons hábitos de sono, de uma forma ao mesmo tempo rigorosa e divertida. Certamente que um dos grandes problemas, é a irregularidade nos hábitos de dormir das crianças. Embora não seja o único. Os pais não têm bem consciência dos efeitos nocivos que isso pode ter no desenvolvimento e no futuro dos seus filhos. Daí ser tão importante ter iniciativas que promovam o conhecimento do sono das crianças e ajudem os educadores a adoptar práticas mais adequadas.

Em idade escolar, qual a hora ideal para ir para a cama?
Quanto ao tempo para dormir, e embora ele seja diferente de pessoa para pessoa, sabe-se que as crianças devem dormir muito mais horas que os adultos. Como referência, diz-se que uma criança de dez anos deve dormir dez horas e os mais novos devem dormir ainda mais. Só assim poderão crescer com saúde, física e mental, e estar preparados para desempenhar ao longo do dia as tarefas escolares com atenção, concentração e sucesso.

«Dormir dá saúde e faz crescer»! é um provérbio antigo. Agora, dormir mal pode mesmo fazer com que as crianças tenham excesso de peso?
Durante o sono, actuam no nosso corpo diversos mecanismos essenciais ao nosso bem-estar, em particular nas crianças. Uma desses mecanismos tem a ver com a função da hormona do crescimento que actua sobretudo durante o sono. É também durante o sono que actua a leptina, responsável pela regulação do apetite. Sabe-se hoje, e foi já cientificamente provado em Portugal, que há uma relação entre as perturbações do sono e a obesidade. Curiosamente, em investigações que têm sido realizadas recentemente, as raparigas adolescentes revelam-se mais sensíveis a este aspecto do que os rapazes.

No final, o livro traz uma cantiga para adormecer. A letra está lá mas falta-lhe a música, alguma sugestão? Ou deverá partir da imaginação de cada um?
É certo que o livro para crianças tem uma cantiga para adormecer que pode ser cantada com várias músicas. Mas já agora, aproveito para anunciar que há mesmo uma música para cantá-la, prevendo-se a edição de um disco para o próximo Outono e a apresentação de uma ópera infantil sobre este tema no ano de 2011.
 

Click to add a comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Actualidades
do Bebé

More in Actualidades

fundação rui osório de castro

Workshop de Moda para Crianças do IPO de Lisboa

Mulher dá à luz a bebé ‘grávida’ de gémeos

operação nariz vermelho loja online

Operação Nariz Vermelho lança loja online

O MUNDO SECRETO DOS BEBÊS

O Mundo Secreto dos Bebês: Série mostra como pais devem agir quando bebés começam a falar

fetos de bebés em impressoras 3D

Empresa da Estónia cria “bebés” em impressoras 3D

Sangue de cordão

Sangue de cordão não é seguro de vida diz uma campanha no Brasil

bebés trocados

França indemniza famílias com bebés trocados

A Genética e fatores ambientais influenciam na evolução infantil

A Genética e factores ambientais influenciam na evolução infantil

Parceiros:
contacto: info@dobebe.com

Copyright © 2016 doBebe.com.