Fumo passivo pode trazer problemas para engravidar

Mulheres expostas ao fumo passivo na infância ou na vida adulta têm mais hipoteses de enfrentar dificuldades ao engravidar ou sofrer abortos espontâneos, revela um estudo da Universidade de Rochester (EUA), publicado na revista ‘Tobacco Control’.
É a maior pesquisa já feita a mostrar essa associação.
Segundo Luke Peppone, um dos autores do estudo, o cigarro contém toxinas que, supostamente, podem danificar o material genético das células reprodutivas- inibindo a fertilização- e aumentar o risco de aborto espontâneo por influir na produção de hormônas necessários ao desenvolvimento da gravidez.

Written By
More from

500 euros para cada trabalhadora grávida

As trabalhadoras da Fundação Assistência, Desenvolvimento e Formação Profissional, em Miranda do...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *