Grã-Bretanha lança programa para reciclar fraldas descartáveis

Várias cidades britânicas poderão adoptar um esquema para reciclar milhares de toneladas de fraldas descartáveis usadas, transformando-as em produtos que vão de telhas a capacetes para ciclistas. Metano extraído das fraldas é transformado em gás, usado para a geração de energia.

A primeira usina, em Birmigham, deverá entrar em operações em meados de 2010, e estão em discussão planos para outras instalações do tipo nas cidades de Manchester, Liverpool e Londres até 2014. A usina de Birmigham, que custa o equivalente a US$ 17 milhões, deverá processar 36 mil toneladas de fraldas descartáveis por ano, de acordo com sua operadora, a empresa canadense Knowaste. As fraldas contém plásticos, fibras, celulose e polímeros absorventes e, de cada tonelada de fraldas reciclada, podem ser extraídos 400 quilos de celulose e 145 metros cúbicos de gás, segundo a Knowaste. Os bebés usam em média mais de 3,6 mil fraldas até que aprendem a usar o banheiro. Estima-se que um total de 800 mil toneladas de fraldas por ano – usadas por bebés e pessoas com incontinência – acabam em aterros sanitários na Grã-Bretanha. Nesses locais, as fraldas podem levar até 500 anos para se decompor, segundo a Knowaste. A empresa ressalta que os produtos criados a partir da reciclagem são seguros de usar. As fraldas que entrarem na usina serão retalhadas e lavadas. A polpa resultante será tratada quimicamente para que sejam desativados o gel absorvente e para a remoção do plástico. A Knowaste já abriu usinas semelhantes no Canadá e na Holanda.

in G1

 

Written By
More from

Bebés que nascem no verão ou no outono são mais altos

Os bebés que nascem no final do verão ou início do outono...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *