Massagem Shantala

shant1

Segundo antigas tradições indianas, a aplicSegundo antigas tradições indianas, a aplicação da energia polarizada, através das mãos, teria sido usada na Lemuria.

 


Quando se deu o desaparecimento desse continente, parte desse conhecimento foi transferido pelos sobreviventes para a Atlântida. Com o cataclismo que submergiu também esse continente, os sobreviventes espalharam-se pela América, Ásia e Oceânia, mantiveram esses conhecimentos em círculos fechados (Lamas, Monges, Yoguis, Kahunas, Sufis, Pajés e Xamãs), que aplicavam essas técnicas para quem precisasse. Ao longo dos tempos esses conhecimentos foram saindo dos mosteiros e popularizaram-se.

A arte de massajar os bebés está entre os mais antigos e tradicionais conhecimentos de terapia, especialmente no sul da Índia, na região de Kerala, onde essa massagem começou a ser divulgada para a população, primeiro nos mosteiros pelos monges e posteriormente tornou-se uma tradição que era transmitida de uma forma natural e progressiva pelas mães para as filhas, quando estas iniciavam o seu período de gravidez.

{mosgoogle center}

O nome Shantala surge, associado à massagem infantil, pelo obstetra francês Dr Fréderick Leboyer. Durante a sua estadia e trabalho na Índia, nos anos 70, conheceu uma jovem mãe, de nome Shantala.
Um belo dia observou a jovem mãe, paralítica dos membros inferiores, com o seu bebé deitado sobre as pernas. Ela efectuava, de forma precisa, rítmica e amorosa, entoando uma canção, uma massagem à qual o bebé se entregava com prazer e relaxamento.
O Dr Leboyer, pediu-lhe autorização para a fotografar e divulgou essas imagens no Ocidente, foi assim que o nome Shantala surge associado à prática de massajar o bebé.

Vimala Schneider Mclure, uma norte americana que estudou e trabalhou num pequeno orfanato na Índia, teve a possibilidade de observar localmente, tal como o Dr Leboyer, a  le massaforma tão simples e tão natural de massajar uma criança. No orfanato eram as crianças mais velhas que massajavam as mais novas.
Mais tarde, já nos EUA, Vimala dedicou-se à massagem infantil e à sua divulgação ensinando mães a praticá-la. Escreveu o livro Massagem infantil: Um Guia para pais carinhosos e fundou, em 1981, a Associação Internacional de Instrutores de Massagem Infantil.
Vimala juntou à massagem Shantala movimentos da massagem sueca, métodos de reflexologia e os seus conhecimentos de posturas de yoga adaptados aos bebés e elaborou uma sequência de massagem que é hoje divulgada em mais de quarenta países.

BIBLIOGRAFIA

MASSAGEM INFANTIL – um guia para pais carinhosos – Vimala Shneider Mclure

SHANTALA – Un Art traditionnel le massage des enfants – Dr.Frédérick Leboyer

Shantala Viseu
Sofia Morgado – Ensino Especial e Instrutora de massagem Shantala (massagem para bebés e crianças).
Alfredo Mateus – Industria farmacêutica e Instrutor de massagem Shantala
Especialistas Dobebé

Written By
More from

Christina Aguilera faz dieta…

 Logo após ter sido mãe, Aguilera percebeu que ia ser complicado perder...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *