Profissão Mãe

”Mom” indignada: como cidadã e como mãe!

”Mom” indignada: como cidadã e como mãe!
do Bebé

No rescaldo das manisfestações levadas a cabo pela sociedade civil, neste “jardim á beira mar plantado” e em muitas outras partes do Mundo, do passado dia 15 de Setembro, apraz-me dizer, como diria o outro senhor, como cidadã e como mãe, o seguinte:

São movimentos como estes, de união, cumplicidade, carácter e convicção que mostram de que é feito um Povo…e o Povo português é extraordinário! Foi fantástico assistir a uma multidão indignada, e não resignada!, de gente de todas as idades, classes sociais, cores políticas e credos religiosos unidos a uma só voz contra a vida miserável que nos querem impor….e sempre ordeiramente!

A geração nascida “nos setentas”, hoje mães e pais, viu-se envolvida numa realidade há muito e muitas vezes contada pelos seus pais e avós, mas nunca vivida verdadeiramente. Muitas famílias inteiras, várias gerações unidas, juntas pelo mesmo objectivo: dar voz á sua voz!

Ainda assim há quem se refira ao Povo português como sendo “piegas”, quando em momento algum se mostra um ínfimo sinal disso mesmo: somos sensatos, ordeiros, responsáveis e disponíveis…queremos ajudar o nosso país, porque sabemos que só assim nos ajudaremos! Mas estes fazem parte do Povo…não da classe política que regorgita teorias experimentais tendo o Povo como cobaia, quais ratos de laboratório, testando e grande parte das vezes errando…e é desta classe política que parece nos saiu na rifa, que ouvimos as mais incongruentes e estapafúrdias teorias…e o pior de tudo, é que vão tendo o poder de as aplicar!

Podemos hoje ler na comunicação social o que vão dizendo os “iluminados” do nosso país, façam ou tenham feito parte dos nossos (des)governos…hoje ou ontem a diferença não é muita, e a estocada final é sempre desferida no mesmo…no Povo.

A favor ou contra a posição asnática de quem nos (des)governa, e sem muita noção do que vão dizendo, pode ser hoje ler-se a seguinte pérola, proclamada por mais um “ilustre” da nossa classe política: “”Isto aconteceu porque esse discurso revelou um primeiro-ministro incompetente, dogmático e autista.”.

Ou sou eu que não chego lá, mas não consigo entender qual a ligação entre “incompetente, dogmático” e…“autista”…em tempos, este tipo de adjectivações trouxe a lume uma discussão (mais uma!), levantada muitas vezes…apenas porque esta gente não consegue deixar de usar os adjectivos errados. Porque não aprende esta gente com os erros, deles e dos outros?…esta questão não é nova! O termo “autista” foi já utilizado na assembleia da república com a mesma intenção com que foi utilizado desta vez.

Bem vistas as coisas, esta frase não deverá ser considerada totalmente ofensiva para o primeiro-ministro, podendo até ser considerada como elogiosa, no que respeita ao adjectivo “autista”…mas será, certamente, ofensiva para os autistas e suas famílias, lerem-se assim assim metidos no mesmo saco que o primeiro-ministro!

A Língua Portuguesa tem uma imensidão de palavras que podem ser usadas para adjectivar o que quer que seja e creio que, neste caso, o que se pretendia dizer, seria “alienado”…mas não…nunca “autista”…!

Não vejo quando nem como esta gente irá parar! Atacam-nos constantemente, nós que lhe damos emprego, porque votamos (ou não!) neles, nós que lhes pagamos salários e

regalias (já para não falar das mordomias!), nós que trabalhamos para nós, mas para eles também…e continuamos a ser achincalhados nas nossas especificidades, nas nossas vidas! Parem de se comparar entre vós com outras pessoas que nada têm a ver convosco…como se diz o Povo, …”vocês não lhes chegam aos calcanhares!” Parem de falar! Se não agem, não falem também! Limitem-se á vossa insignificância e usem o poder que o Povo vos entregou para zelar pelos interesses do mesmo! Não usem a Língua que é de um Povo também, para a utilizar incorretamente, ofendendo sem dó nem piedade, a dignidade de uma ou muitas pessoas…são elas também parte de Portugal, são elas e as suas famílias, que credulamente vos entregam nas vossas mãos o leme das suas vidas!…e que mau trabalho têm feito, senhores políticos!

Como cidadã e como mãe, peço-vos encarecidamente, revejam alguns temas da Língua Portuguesa, invistam na diversificação do vosso vocabulário, talvez algumas explicações intensivas e personalizadas com alguns dos muitos professores que ficaram no desemprego ou com “horário zero” (outra pérola), se estes profissionais entenderem após avalição cuidada que ainda vão a tempo de vos recuperar, quem sabe, através de um Plano de Estudo Individualizado…ou então “call mom”!!!

call mom

Crónica Call Mom por Manuela Barroso

Click to add a comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Profissão Mãe
do Bebé

More in Profissão Mãe

carnaval

Evitar acidentes no Carnaval

mae34

Palavras de Mãe

casa

Trabalhar em casa? Veja aqui algumas soluções

Dicas para trabalhar em casa

eco_bolsa

Ecobolsa

eco_bola

EcoBola para lavar a roupa

ar em casa

O ar em casa

90430598

Dicas para trabalhar em casa!

Parceiros:
contacto: info@dobebe.com

Copyright © 2016 doBebe.com.