Mudanças na alimentação

alim1.jpg

alim1.jpgOs métodos para combater a infertilidade e conseguir engravidar estão cada vez mais avançados. Porém, antes de começar um tratamento caro e complexo, vale a pena investigar se algumas mudanças simples não podem ajudar o casal que deseja ter filhos.

Uma ajuda valiosa vem da alimentação. Um estudo da Universidade de Harvard, compilado no livro “The Fertility Diet” (na tradução literal, a dieta da fertilidade), afirma que algumas substituições nas refeições ajudam a reduzir  até 80% a infertilidade que tem causas ovulatórias.
Elas não servem para casos de obstruções de trompas, anovulação crônica ou problemas masculinos, por exemplo. 

A  questão da alimentação devia ser  considerada normalmente em clínicas de reprodução. É possível usar a dieta para ganhar potencial para engravidar

Mas quem faz esta mudança para um novo plano alimentar deve saber que os efeitos não são imediatos.
De 3 a 6 meses é mais ou menos o tempo para que fique adequada a cada caso. O acompanhamento com um especialista é importante, inclusive, para desmistificar alguns sensos comuns que prejudicam o corpo e as hipoteses de engravidar. Evitar a ingestão de gorduras, por exemplo, é um erro. O ômega-3, encontrado em sardinhas e salmão, é o exemplo mais famoso dessa classe de gorduras boas.

Written By
More from

Mulheres obesas têm mais tendência para gerar bebés com problemas cardíacos

Um estudo do Instituto Nacional de Saúde (INS) dos EUA revela que...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *