Mulheres com enxaquecas correm o risco de ter a tensão alta

Há algum tempo já se desconfiava que a enxaqueca poderia aumentar a frequência de problemas de ter a tensão alta durante a gravidez. Na verdade ambos os problemas tem muita coisa em comum, desde o ponto de vista bioquímico, até ao aumento do risco de problemas vasculares como o derrame cerebral e o infartes. Uma pesquisa publicada na última edição do periódico inglês Cephalalgia revela que aquilo que era uma mera desconfiança, agora tem comprovação científica satisfatória. Pesquisadores italianos acompanharam mais de 700 mulheres grávidas a partir da 11ª semana sem história de hipertensão arterial. O risco de desenvolver tensão alta na gravidez foi três vezes maior entre mulheres com história de enxaqueca do que naquelas sem enxaqueca (9.1% e 3.1%). Os bebés das mulheres com história de enxaqueca também apresentaram risco  maior de nascerem com menos peso.
O estudo aponta que mulheres grávidas e que têm enxaqueca podem começar a ser vistas como mulheres com maior risco de desenvolver tensão alta na gravidez, e por isso devem ser acompanhadas de forma mais cuidadosa. Os resultados também sugerem que a identificação do antecedente de enxaqueca deve passar a fazer a parte de uma consulta pré-natal. Vale a pena  relembrar que a tensão alta na gravidez é uma das pricipais causas de complicações tanto da saúde da mãe como a do bebé.

Dr. Ricardo Teixeira, Neurologista

 

Written By
More from

Ampliopia

Ampliopia, ou "olho preguiçoso", é uma deficiência na visão onde um ou...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *