Mulheres obesas têm mais tendência para gerar bebés com problemas cardíacos

Um estudo do Instituto Nacional de Saúde (INS) dos EUA revela que mulheres que ficam obesas durante a gravidez correm maior risco de dar à luz bebés com problemas cardíacos congénitos, a causa mais comum dos problemas registados no nascimento, afectando oito recém-nascidos em cada mil.

Os investigadores verificaram que a obesidade da mãe aumenta 15 por cento, em média, ao longo da gravidez, sendo que quanto mais obesa for, maior é o risco de o bebé ser portador de problemas de coração.

As mulheres "moderadamente obesas" têm 11 por cento de risco adicional de dar à luz um bebé com má-formação cardíaca, enquanto aquelas com "obesidade mórbida" ou extrema apresentam 33 por cento de risco adicional.

"A tendência não dá margem para dúvida: quanto mais obesa é a mulher, mais hipóteses existem de que ela tenha um bebé com problemas cardíacos", afirma o estudo, do INS.

O estudo analisou as mães de 7392 bebés nascidos com problemas cardíacos, comparado-as com outras 56 mil,  cujos filhos não apresentaram falhas congénitas, e foi publicado na edição online do American Journal of Clinical Nutrition.

As mulheres acima do peso, mas que não chegam a ser obesas não apresentam estes riscos. "Se uma mulher é obesa, é importante que tente perder peso antes de engravidar", conclui o estudo.

in ciênciahoje.pt

Written By
More from

Cuidados a ter na gravidez

Se está grávida ou planeia ter um bebé embreve, é hora de...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *