Novas descobertas relativas à morte súbita

1235

Novas descobertas relativas à morte súbita.


Alguns cientistas relacionam bactérias à morte súbita de lactentes.
Pesquisadores britânicos garantem ter encontrado uma associação entre alguns germes e casos de morte súbita sem explicação em lactentes, de acordo com estudo publicado na edição de sábado da revista médica “The Lancet”.

A síndrome da morte súbita do lactente afeta crianças menores de um ano, meninos em sua maioria, e com variações segundo as estações – com maior efeito no inverno.

A análise de Neil Sabire e de seus colegas pediatras de Londres foi feita com base na necropsia de 507 bebês (de uma semana a um ano de idade), falecidos entre 1996 e 2005.

Do total de mortes, 379 foram catalogadas como inexplicáveis; 72, por causas não infecciosas (má-formação cardíaca congênita, ou acidente); e 56, devido a uma infecção bacteriana (meningite, ou pneumonia).

Os cientistas analisaram, então, amostras sanguíneas das crianças para constatar a presença de germes.

Descobriu-se que bactérias suscetíveis de provocar septicemias (infecção sanguínea generalizada), como o estafilococos dourado e a escherichia coli, estavam mais presentes nos casos classificados como inexplicáveis do que naqueles com origem infecciosa.

Written By
More from

Meteu no Facebook uma foto do bebé com um cigarro na boca

Uma jovem de 18 anos está a ser investigada pela polícia depois...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *