Lazer

O patinho feio

O patinho feio
do Bebé

Conta uma velha lenda dos países nórdicos que, uma vez, com a chegada da Primavera e com os campos vestidos com o mais belo verde, num velho moinho que havia junto a um povoado, na grande planície que termina no mar, uma pata roliça chocava cuidadosamente os seus ovos, enquanto pensava nos filhotes fortes e bonitos que ia ter. Escutava atentamente para ver se ouvia o ruído das bicadas na casca, para a romper e sair para a mais maravilhosa luz do sol.
No entanto, passaram alguns dias até que os patinhos da lenda saíssem da sua estreita casinha branca. Por fim, a mãe pata viu-os aparecer, um a um. 


A cada cabeça que assomava, o coração batia-lhe com força, cheio de alegria, parecendo-lhe um milagre que se repetia ante os seus olhos assombrados. 
 Junto a ela, banhados pelo Sol, os pequenos patinhos começaram a crescer, enquanto piavam em coro. A mãe observava-os. Eram todos muito bonitos. Havia apenas um, o último que saíra da casca branca, que era algo estranho, um pouco mais gordo e feio do que os outros…
Pouco a pouco os patos foram crescendo e aprendendo a procurar entre as ervas os vermes mais gordos e a nadar na represa que havia no moinho, e a mergulhar na água até chegar ao fundo para bicar e escolher o limo.
Os patos estavam cada vez mais bonitos e fortes. Apenas aquele que nascera por último ia ficando cada vez mais estranho, com o pescoço mais comprido e o corpo mais gordo… A senhora pata estava muito preocupada e entristecia-se muito cada vez que olhava para ele. 
 Os donos do moinho, quando o viam, também estranhava a sua figura e diziam:
– Que pato mais esquisito!
Ao fim de pouco tempo, todos o conheciam pelo nome de “Patinho Feio” e os seus irmãos olhavam-no com desprezo, por não ser como eles.
A vida do pobre pato era muito triste, pois todos passavam o dia a chamar-lhe feio.
 
E então, uma tarde, quando todos se preparavam para deitar-se, já cansado de todos o aborrecerem, o “Patinho Feio” escondeu-se entre a erva e, quando ninguém o via, fugiu do velho moinho. 
 Andou toda a noite, à procura de um sítio onde pudesse viver. Por fim, quando o Sol brilhante começou a espreitar, viu ao longe uma casa, junto de um lindo rio. Uma rapariga, muito jovem e bonita, deitava trigo às galinhas.
Ficou neste lugar durante algum tempo. Mas todos, tanto as aves como os donos, continuavam a chamar-lhe pato feio. E como se não bastasse, agora tinha de aturar os maus tratos do galo, um animal cruel e terrivelmente orgulhoso, que mantinha aterrorizados todos os habitantes do galinheiro.
– Esse pato feio ficou muito gordo – ouviu a filha dos donos dizer uma manhã.
 
 – Sim – replicou o pai -. Come mais do que três galinhas juntas. Um dia destes temos de pensar em assá-lo…
Naquela noite, cheio de medo, fugiu da quinta, rio abaixo, até que chegou a uma região pantanosa onde procurou refúgio entre os grandes canaviais.
 
Ali passou um longo e frio Inverno. Mas chegou novamente a Primavera e tudo se encheu de vida…
Uma tarde em que o Sol brilhava no céu e estava a nadar feliz entre os grandes juncos da margem, um bando de cisnes poisou perto do canavial.
 
 Primeiro teve dúvidas, mas depois acabou por se aproximar daquelas formosas aves de pescoço comprido. O seu espanto foi enorme quando viu que todos o recebiam com alegria, batendo as poderosas asas. Então, o mais velho disse-lhe:
– Tu és o cisne mais bonito que vimos em toda a nossa vida. Vem connosco e serás o nosso rei…
 
E o “Patinho Feio”, que durante aquele Inverno se tinha convertido no cisne mais belo, foi desde então muito feliz.

Click to add a comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Lazer
do Bebé

More in Lazer

acabar com o chichi na cama

Livro: Acabar com as Fraldas e com o Chichi na cama

formacoes_clinica_005

Intervenção nas Perturbações de Eliminação

formacoes_clinicaeducacao_0

Gaguez – Estratégias para Lidar com a Gaguez

oinsucessocartaz

O Insucesso Escolar

Bob-Esponja-2-poster-e1414772258257

O Carnaval já chegou aos Cinema City

thumbs.sapo.pt

Feira do Bebé é no Continente!

livro_estas_hormonas_deixam

Estas hormonas deixam-me louca

criancas_francesas_nao_faze

As Crianças Francesas Não fazem Birra

Parceiros:
contacto: info@dobebe.com

Copyright © 2016 doBebe.com.