Bebé

O perigo do pó de talco

O perigo do pó de talco
do Bebé

Alguns dos produtos que utilizamos para cuidar dos nossos bebés podem conter substâncias potencialmente perigosas, segundo um estudo publicado na revista cientifica norte-americana “Pediatrics”.
Uma equipa de investigadores coordenada pela Dra. Sheela Sathyanarayana, da Universidade de Washington, estudou os níveis de ftalatos presentes na urina dos bebés e descobriu que mais de 80% dos bebés estudados tinham sido expostos a concentrações demasiado elevadas deste composto.
O que são Ftalatos?
Os ftalatos são um conjunto de substâncias sintéticas, derivadas do ácido ftálico. São largamente utilizados na indústria para fabricar uma série de produtos com que lidamos diariamente. Tornam os plásticos mais flexíveis, pelo que podem ser encontrados em produtos tão diferentes como o PVC, brinquedos para crianças ou lubrificantes. Existem também em produtos de higiene ou cosmética.
Porquê o perigo?
Os ftalatos não estabelecem ligações químicas muito fortes. Em consequência, estarão sempre a libertar-se para o ar ou para líquidos, tomando (demasiado) fácil o contacto com estas substâncias, quer através das vias respiratórias, quer por ingestão ou por simples contacto. As crianças são muito vulneráveis, sobretudo as mais pequenas, porque estão numa fase de desenvolvimento crucial e porque desde muito cedo desenvolvem hábitos de risco – brincam no chão, levam a mão à boca. Estudos científicos comprovam os riscos do contacto com este tipo de substâncias. Apesar da maioria ter sido feito com animais, os resultados são suficientemente claros para lançar o alerta. Nas experiências com animais, estiveram na origem de problemas de desenvolvimento e reprodutivos. O sistema reprodutivo masculino é particularmente sensível quando está numa fase de desenvolvimento. São considerados responsáveis, em animais, pelo aumento de casos decriptorquidismo (quando não um ou os dois testículos não descem para o escroto – em grego o termo significa testículo escondido) e de hipospádia (quando existe uma abertura anormal do orifício por onde sai a Urina). Em estudos com humanos, já se descobriu que os ftalatos podem estar associados a alterações genéticas do esperma humano e são suspeitos de estarem envolvidos em problemas hormonais – um estudo relacionou a ingestão através do leite materno em bebés com idade inferior a 3 meses, com alterações hormonais.
Em 2006 a União Europeia proibiu o uso de 6 tipos de ftalatos em plásticos de brinquedos para crianças.
As loções, o champô e os “pós” podem ser perigosos?
Segundo os resultados deste estudo, podem (se tiverem ftalatos na sua composição, claro)!
Os investigadores estudaram 163 bebés com idades compreendidas entre os 2 e os 28 meses. Cada bebé foi submetido a exames médicos. Depois de recolhido todo o historial de produtos utilizados pelos pais (talcos, cremes, toalhetes, champô e loções), foram feitas análises de urina (colhida a partir das fraldas). Os investigadores recolheram também informação relacionada com o contacto com os brinquedos de plásticos, registando o tempo que as crianças em média contactavam/brincavam com eles. As conclusões não deixaram margem para dúvidas. Mais de 80% das crianças tinham níveis considerados demasiado elevados de ftalatos. Descobriram também que a quantidade de ftalatos aumentava com o número de produtos utilizados – ou seja, os bebés sujeitos a um maior número de produtos (champô, cremes e pó de talco…), tinham maiores concentrações destas substâncias na urina.
Os investigadores consideram que apesar de ainda não ter sido feito nenhum estudo que tente perceber o risco de absorção de ftalatos através da pele em Crianças (já foi feito em adultos com a confirmação da viabilidade desta via de entrada, é provável que em conjunto com a ingestão, a contaminação através da pele sejam as principais vias de exposição das crianças.
Os investigadores recomendam um uso limitado de produtos nas crianças. Desaconselham o uso de loções e “pós”, que devem ser utilizados apenas quando indicados por um médico.
Ficha técnica:
Equipa técnica e redactorial:
Filipe Lascasas, Filipe Pedrosa, Luís Reis, Manuel Valença e Viviana Lopes
Dúvidas, questões, recados, declarações:
perguntacoisas@hotmail.com – Ciência da Vida
in “Diário de Aveiro”, 16 Junho 2008
 

Click to add a comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Bebé
do Bebé

More in Bebé

As escolhas da uriage para este natal

As escolhas Uriage para este Natal

otite externa no verão

Otite externa mais frequente no Verão

mustela bebe 99161

Noites Tranquilas com Bálsamo Reconfortante Mustela®

bebe seguro 8372

Bebé Vida apresenta dicas e conselhos sobre Segurança Infantil

bebe coisas boas 3748

Bebés só se lembram das coisas boas

bebe tablet 028

Tablet pode ser benéfico para menores de três anos

sera que dormir e dificil

E quando dormir é difícil…

bebe crescer

Labirintos do Crescer

Parceiros:
contacto: info@dobebe.com

Copyright © 2016 doBebe.com.