O seu filho e a arte de desenhar

pint

pint
A criança utiliza a arte e por meio dela treina a sua coordenação visual e motora, descobrindo dessa forma  um mundo novo. Nessa altura, devemos funcionar apenas como espectadores do processo criativo que nos ajuda a decifrar a caixa de surpresas que é a mente do pequeno artista. E não nos podemos esquecer de que uma criança – ainda mais as menores de 5 anos – vivem entre a realidade e a fantasia.

Quando ela desenha, envolve-se e encantada com a sua própria criação, com cada traço, cada cor, cada forma. Ela começa a compreender algo muito importante: que ela é capaz de realizar alguma coisa! Por isso, é tão fundamental que  não a limite nesse momento. Não a interrompa. Não interfira nas suas escolhas enquanto ela cria. Também é proibido dar uma ajudinha para o desenho ficar mais bonito. Ora, bonito para a criança é o que ela já fez! Se, para ela, cavalo não tem rabo, não há problema. Nada de errado com a criança. Nem com o cavalo. Naquele momento, o bicho está simplesmente completo na sua cabeça. Quando amadurecer um pouco, os seus desenhos poderão ter mais coerência. A questão primordial aqui é respeitar a imaginação do seu filho e todas as suas possibilidades.  Quando uma criança oferece a  alguém  um desenho – ou a mais desengonçada das esculturas –, precisamos mostrar alguma admiração e cuidado com a sua obra. Todas as crianças, por exemplo, ficam orgulhosas quando o adulto coloca o seu trabalho num quadro ou num pequeno porta-retratos. É uma forma de carinho, sim. Mais do que isso, é um grande incentivo. Ela recebe essa mensagem positiva e aprende a dar valor às coisas que alguém realiza – uma lição e tanto.

Tags from the story
Written By
More from

Tecido de coração de vaca salva bebé

Ruben Weber-Jackson nasceu em Beverley, em Inglaterra, e era, aparentemente, um bebé...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *