Onde é que eu estava?

Onde é que eu estava quando te começaste a virar e querer sentar?

Onde é que eu estava quando disseste a primeira palavra?

Onde é que estava quando agarraste o primeiro brinquedo?

Onde é que eu estava quando começaste a gatinhar?


Onde é que eu estava quando te começaste a pôr de pé?

Onde é que eu estava quando deste os primeiros passinhos?

Onde é que eu estava quando choravas de dores por romperem os primeiros dentinhos?

Onde é que estava quando choravas por sentires saudades do sabor do peito que te alimentava?

Onde é que eu estava quando sentias saudades do calor do meu corpo a te confortar e acarinhar?

Onde é que eu estava quando choravas de medo e algo te assustava? E não eram os meus braços e abraços que te confortavam?

Onde é que eu estava quando cresceste?

(Onde é que estavas mãe?

Onde? )

Onde, onde é que eu estava?

Na maioria destas horas eu estava a trabalhar,

O meu corpo estava presente, trabalhava.

O meu coração de mãe estava contigo.

A minha alma de mãe chorava porque perdia estes momentos únicos, porque não te podia confortar,

Aninhar-te no meu peito e a seguir embalar-te com uma canção de encantar.

Desculpa filha, eu estava a trabalhar…

Mas o que me confortava e ainda me conforta, é que há um amanhecer e um anoitecer, em que és só minha.

Que há sempre um momento que eu não vou perder e mais que tudo,

Saber que a ti,

Meu tesouro

Eu nunca perdi.

Flora Rodrigues
Segunda-feira, 8 de Outubro de 2007
dedicado à minha filha Bárbara de 3 anos e a todas as mães trabalhadoras.
vencedor na categoria Babyblogs prémio MBP 2007

Tags from the story
Written By

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *