Os castigos

cast3

cast3Os castigos são muito importantes para a  ajudar na educação dos seus filhos. Mas atenção: a sua aplicação exige muito cuidado. O castigo deverá ser usado apenas em momentos adequados para não ser desgastado ou banalizado. Dessa forma, funcionará como um aliado, e não fará o papel de vilão. Se deixar o seu filho a refletir  sobre as suas acções isso é muito bom. Serve para dar um tempo em situações nas quais até mesmo os pais estão à beira de perder o controle. A verdade é que, muitas vezes, nós é que precisamos dessa pausa para respirar fundo e interromper uma sequência que não está a correr muito bem.
Então, não tenha medo: delimite um tempo e deixe a criança quieta. Uma dica é seguir a fórmula de 1 minuto para cada ano de idade. O tempo pode variar, o que não deve acontecer é o castigo acabar antes do estabelecido – nesse caso, quem dará o comando fica desmoralizado e perde a força. Afinal, como confiar em quem não cumpre o prometido? Por isso, explique com firmeza, num tom sério e calmo o porquê do castigo.O castigo deve ser interpretado como uma reprovação da atitude. A ideia é mostrar que o pequeno passou dos limites e, portanto sofrerá a consequência. Quando o tempo estipulado acabar, vá até o seu filho e diga que espera um pedido de desculpas. Não se esqueça, depois, de reforçar o quanto ele é querido. É importante deixar claro que o ama, mas em determinados momentos vai precisar corrigi-lo. Mostre também a crença na capacidade da criança não repetir a mesma acção. Quando ela se portar bem não se esqueça de a elogiar com a mesma energia as acções positivas da criança! Incentive-a a aprender.Os castigos com tom de recompensa funcionam mais como presentes do que como disciplina. E, nesse casso, acredito que elogios e carinho podem ser mais eficazes. Ao usar esse artifício – castigo-recompensa -, os pais ainda correm o risco de fazer parecer que as atitudes boas “custam” e devem ser premiadas. Como se todas as vezes que ele arrumasse o quarto merecesse um chocolate ou um extra na mesada. Confiscar brinquedos não funciona muito com os pequenos. Mas, se o pequenito quiser destruir tudo , vale a pena retirar o objecto,ensinando-o a ele como cuidar dos seus pertences.

O castigo em si, apenas ajuda na educação das crianças para que conseguir atingir uma rotina rica em disciplina, com limites claros e consistentes.

Tags from the story
Written By
More from

Médicos fazem cesárea, mas não acham bebê

Eu não sou médico, mas pelo pouco que entendo da área, sei...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *