Pai quer filho vivo, a mãe não

Um pai começou, esta segunda-feira, uma longa luta na Justiça britânica para tentar manter o seu filho de um ano vivo, conta a BBC. O hospital, com a mãe do seu lado, quer desligar as máquinas que mantêm o bebé ligado à vida.
O menino, conhecido apenas como «bebé RB», nasceu com uma rara condição muscular, o Síndrome Miasténico Congénito, que impossibilita a respiração sem a ajuda das máquinas.

Segundo os advogados do pai, o cérebro do bebé não é afectado pela doença, ou seja, ele pode conseguir ver, ouvir, interagir e brincar. Apesar de constatar que a criança não sai do hospital desde que nasceu nem poderá sair jamais, o progenitor sustenta que ele gosta de ouvir histórias infantis e de ouvir música.

Os médicos não estão de acordo, defendendo que a qualidade de vida do «bebé RB» é quase nula.

«O pai acredita firmemente que o bebé RB tem uma qualidade de vida que obriga a que o hospital continue o tratamento para mantê-lo vivo», disse Christopher Cuddihee, advogado que representa o pai.

 

in diario.iol.pt

Written By
More from

Fumar na gravidez

As mulheres que fumam durante a gravidez podem colocar os seus filhos sob...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *