Pais devem ‘bisbilhotar’ vida dos filhos

Ivete Gattás afirma que, em geral, os pais devem respeitar a liberdade e a privacidade do filho, mas sempre acompanhando todas as situações. "Os pais devem abordar os filhos, conversar. Se diminuir as dúvidas e ficar tranquilo, tudo bem. Mas vamos imaginar que continue preocupado, que no contato com o adolescente, as coisas não fiquem claras. Se achar que o filho corre risco, tem sim o direito de bisbilhotar."

Mas ela avalia que não se deve bisbilhotar preventivamente. "Aí já é uma invasão. O filho tem direito de ter privacidade."

Ela afirma que lidar com o adolescente é uma relação de negociação constante. "Precisa saber negociar o tempo todo. Se for com autoridade despótica,ou se achando o sabedor de todas as coisas, não vai ter a confiança do adolescente.

 

 O filho tem que prestar contas, dizer onde vai porque senão o pai vai estar financiando a má educação"
 O psiquiatra Içami Tiba, autor do livro "Adolescentes – Quem Ama, Educa" e do livro "Família de Alta Performance" muitas ações inesperadas de adolescentes ocorrem porque os pais não educam adequadamente. "Quando o filho tem condições de avaliar as consequências e faz tudo arcando com as consequências é sinal de boa educação. Não precisa pedir para estudar, deixa o quarto em ordem, cuida da saúde. Mostra que é responsável e se preocupa com os pais, dá satisfação aos pais."

Ele afirma que para manter a relação de respeito, o pai deve punir o filho que agir de forma inadequada. "O filho tem que prestar contas, dizer onde vai porque senão o pai vai estar financiando a má educação."

Ao contrário da psiquiatra Ivete, Içami Tiba avalia que bisbilhotar não faz mal em situação nenhuma, e que, muitas vezes, pode ajudar a salvar o filho de uma situação pior. "Quando o filho anda bem, bisbilhotar não faz mal. Quando mostra que tem algo a esconder, tranca o quarto, coloca senha no computador, algo pode estar errado. Algumas vezes é dever dos pais bisbilhotar."
 

in G1 Brasil

Written By
More from

Chinesa recebe nova cara

Uma jovem, de 22 anos, que nasceu sem maxilar superior, fez a...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *