Notícias

Portugal precisa de mais 400 obstetras com urgência

Portugal precisa de mais 400 obstetras com urgência
do Bebé

A falta de obstetras portugueses especializados em medicina reprodutiva está a contribuir para atrasar o atendimento aos mais de 2800 casais inférteis em lista de espera. Governo deu ontem dois passos importantes para facilitar a vida de quem quer ter filhos. Mas a Maternidade Alfredo da Costa teve de ir a Espanha convidar um director, que ainda não aceitou.

Portugal tem menos 350 a 400 ginecologistas/obstetras do que precisa, o que não só dificulta o acesso dos doentes aos tratamentos, como obriga os hospitais a contratarem no estrangeiro. “Se nos próximos cinco anos não entrarem, pelo menos, 350 obstetras no mercado podemos ficar numa situação de ruptura”, admitiu ao DN o presidente do colégio da especialidade, Luís Graça. Segundo aquele responsável, actualmente estão no activo pouco mais de 600 médicos com esta especialidade, mas as aposentações vão, a muito breve prazo, agravar ainda mais a situação no serviço nacional de saúde.

A falta de obstetras em Portugal, sobretudo especializados em medicina reprodutiva, está, de resto, a impedir que o remodelado centro de procriação medicamente assistida da Maternidade Alfredo da Costa (MAC), pronto há mais de um mês, esteja a funcionar em pleno. Atrasam-se assim os tratamentos de infertilidade dos 850 casais que ali se encontram em lista de espera.

Já foram, no entanto, chamados os primeiros 20 casais, desde a reabertura do centro, com seis mulheres a poderem ontem iniciar o primeiro ciclo de fertilização, disse ao DN fonte da maternidade.

A limitação de profissionais foi ontem reconhecida pelo director da MAC, Jorge Branco, que acabou por ter de convidar um médico espanhol para dirigir o novo centro. “Não há a nível nacional mais ninguém liberto de trabalho para vir para esta unidade”, justificou aquele director, ressalvando que o clínico espanhol ainda não aceitou o convite, tendo ficado de dar uma resposta até final desta semana. “É um médico que tem uma experiência de 20 anos a dirigir o centro de PMA do Hospital La Fe, de Valência, tendo por isso, um perfil indicado”, disse ao DN

Jorge Branco sublinha que a carência de pessoal médico já começa a ser dramática nos meses de Julho, Agosto e Setembro na urgência de obstetrícia, admitindo mesmo que, “enquanto houver esta insuficiência de gente nova para compensar os que saem para o privado ou para a reforma, podemos ter de ir contratar a Espanha, sendo mesmo aí difícil”.

Com o novo centro de procria-ção medicamente assistida, a MAC vai poder mais do que duplicar a sua capacidade de atendimento. Dos cerca de 200 ciclos de fertili- zação anuais que eram anualmen-te ali realizados, este ano a estimati-va é atingir 330, aumentando pa- ra os 440 em 2010 e para 600 em 2011.

A melhoria da assistência aos casais inférteis – que representam entre dez a 15 por cento da população – foi, de resto, um compromisso assumido pelo Governo. Para tal, o Executivo comprometeu-se com a ampliação dos centros de procriação medicamente assistida – um processo em curso -, e com o aumento da comparticipação do Estado nas despesas com os tratamentos para a infertilidade (ver texto ao lado).

Outra modalidade importante de apoio, ontem alvo de um despacho da ministra, é a possibilidade de os que há mais tempo engrossam as listas de espera poderem recorrer às clínicas privadas, com apoio do Estado.

Ao longo deste ano, o próximo centro público de procriação medicamente assistida a ser reapetrechado será o do Hospital de Santa Maria, sendo que até ao final do ano deverá estar concluído um novo centro de raiz no Hospital Garcia de Horta, em Almada, disse ao DN o secretário de Estado da Saúde, Manuel Pizarro, no âmbito da primeira visita oficial àquele novo centro da MAC. Na visita, a ministra da Saúde, Ana Jorge, lamentou e reconheceu a falta de médicos e estimou em 2800 os casais que em Portugal estão em lista de espera para acederem a tratamentos para a fertilidade.

in DN

Click to add a comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias
do Bebé

More in Notícias

fundação rui osório de castro

Workshop de Moda para Crianças do IPO de Lisboa

Mulher dá à luz a bebé ‘grávida’ de gémeos

operação nariz vermelho loja online

Operação Nariz Vermelho lança loja online

O MUNDO SECRETO DOS BEBÊS

O Mundo Secreto dos Bebês: Série mostra como pais devem agir quando bebés começam a falar

fetos de bebés em impressoras 3D

Empresa da Estónia cria “bebés” em impressoras 3D

Sangue de cordão

Sangue de cordão não é seguro de vida diz uma campanha no Brasil

bebés trocados

França indemniza famílias com bebés trocados

A Genética e fatores ambientais influenciam na evolução infantil

A Genética e factores ambientais influenciam na evolução infantil

Parceiros:
contacto: info@dobebe.com

Copyright © 2016 doBebe.com.