Preparativos para a Chegada do Bebé

prep1

prep1A chegada de um bebé é sempre motivo de muita azáfama e existem alguns preparativos importantes que não podem deixar de ser realizados. Deixamos de seguida esquematizados alguns aspectos particulares a ter em conta.
Preparação do Enxoval do Bebé
•Não é necessário ter muita roupa, bastam 4 a 6 conjuntos completos de roupa.
•A roupa interior deverá ser toda de algodão.
•Devem-se descoser as etiquetas da roupa interior do bebé para que não irritem a pele do bebé.
•Deve-se lavar toda a roupa em separado, à mão, com água quente e sabão neutro, ou à máquina, com detergente especial para os bebés.
•Os body´s que apertam à frente são usualmente referidos pelos casais como sendo mais práticos para os primeiros dias do bebé.
Preparação para o Parto
A partir da 28º semana de gravidez, sugere-se a inscrição em cursos de Preparação para o Parto e a Parentalidade.
Existe actualmente uma grande diversidade de Centros de Preparação para o Parto e a Parentalidade, com cursos pré e pós parto, que têm surgido nos últimos anos no nosso país, pelo que sugerimos que os casais tenham em conta 6 aspectos essenciais antes de fazer as sua escolha:
1.Quem realiza a preparação?
A Direcção Geral de Saúde defende que as Enfermeiras Especialistas em Saúde Materna e Obstétrica deverão ser a primeira escolha, já que possuem a preparação, o conhecimento científico, a experiência e a sensibilidade necessárias para um acompanhamento e uma preparação física e mental para acompanhar o casal ao longo de toda a sua gravidez, para o parto e para o período pós-parto.
Adicionalmente, a criação de Equipas Multidisciplinares, mostrou-se ainda mais eficaz, especialmente através da dinamização de workshops de psicologia, educação ou de preparação física, com psicólogos, médicos, educadores, doulas ou fisioterapeutas.
2.A preparação é para o casal?
Um Centro de Preparação para o Parto e a Parentalidade que se centra apenas na mulher grávida, não reconhecendo o papel fundamental que o pai do bebé e o resto da família têm durante a gravidez, o parto e o pós-parto, decerto não será uma boa escolha.
3.Qual o horário dos cursos?
O horário de funcionamento deste tipo de encontros e cursos é frequentemente um obstáculo à participação dos casais e de sua família, existem locais que fazem preparação em horários pós laborais, o que melhora o acesso ao pai e ao resto da família às sessões, uma vez que estes não possuem os benefícios legais de dispensa laboral para o efeito.
4.Qual a frequência das sessões?
Sugerem-se pelo menos 2 sessões de Preparação para o Parto e a Parentalidade por semana, para garantir uma adequada preparação física da mulher para a fase final da gravidez, reduzindo grandemente os seus desconfortos musculoarticulares, e para o parto, aumentando a elasticidade e flexibilidade dos tecidos e articulações.
Uma sessão semanal será apenas recomendável no caso de sessões de preparação para o parto na água, uma vez que a pressão hidrostática fará com que a preparação física seja efectuada de uma forma mais efectiva.
5.O curso engloba visita domiciliária e apoio pós parto?
O dia em que o casal leva o seu filho para casa pela primeira vez, é geralmente feliz e memorável, mas pode ser profundamente inquietante.
Durante os dias e as semanas que se seguem, os pais sofrem uma grande transição nas suas vidas: recuperar-se dos acontecimentos que envolveram o nascimento, ajustar-se às exigências do recém-nascido, definir prioridades e desistir de alguns papéis familiares para passar a assumir outros.
Por este facto, a visita à casa do casal após parto torna-se essencial para o apoio do casal no seu ambiente familiar, evitando que este se tenha que deslocar a uma instituição de saúde para realizar o teste do pezinho, obter apoio na amamentação ou esclarecer qualquer outro tipo de dúvidas relacionadas com os cuidados ao seu bebé.
6.Qual a disponibilidade da equipa?
A disponibilidade da equipa que acompanha o casal durante a gravidez e após o parto é muito importante, garantindo uma sensação de segurança e apoio, muito solicitada e apreciada pelos casais, especialmente no período pós-parto.
Para mais informações sobre os cursos de preparação para o parto, sugere-se o site www.gimnogravida.pt.
O que levar para o hospital
A partir da 32º semana de gestação, é importante que o casal comece a preparar as malas para levar para o hospital, preparando o essencial para o conforto da mãe e do bebé durante a estadia no hospital.
Para a mãe será necessário:
•Boletim de Saúde de Grávida e exames complementares
•3 Camisas de noite (manga curta, abertura à frente ou de alças)
•2 Soutiens de amamentação
•Objectos de higiene e beleza
•1 Robe, chinelos (quarto e duche) e toalha
•Cinta pós-parto (opcional)
•6 Cuecas altas e largas ( ou descartáveis)
•Discos absorventes de leite materno
•Roupa para a alta (roupa que usou grávida de pelo menos 5 meses)
•1 Saco para roupa suja
Para o bebé será necessário:
•3 Fatos completos
•3 Pares de meias
•3 Conjuntos interiores com calça
•1 Manta ou xaile e um gorro
•4 Fraldas de pano
•Escova de cabelo, pente e toalhetes de limpeza
•1 Saco para roupa suja
•Chupeta desaconselhada se pretende amamentar
Aconselha-se a colocar no topo da mala, separadas das outras roupas (sugere-se dentro de um saco ou envolvida na manta ou na fralda de pano), as seguintes peças de roupa:
•A primeira roupa do bebé
•1 Gorro para o bebé
•1 Pente para o bebé
•Uma manta para bebé
•Uma fralda de pano
•A camisa que a mãe vai utilizar durante o parto (se não pretender utilizar a do hospital)
•A camisa que a mãe vai usar após o parto
•Um par de cuecas para a mãe
Para terminar, chega também o momento de pensar na forma como gostaria de fazer nascer o seu bebé, com quem e em que local, ou seja, é importante a partir das 28 semanas de gravidez que comece a realizar o seu plano de parto (Exemplos em: http://www.gimnogravida.pt/index.php?opcao=destaquesContainer&pageId=75)
Livros e outro material informativo que sugerimos para que se prepare melhor para a chegada do seu bebé:

Livro “Mãe pela primeira vez”
Autor: Gro Nylander
Editora Lua de Papel

Livro «Manual Prático do Aleitamento Materno»
Autor: Carlos González
Mamamater e SOS Amamentação

DVD interactivo “Cuidar do Bebé dos 0 aos 3 meses”
ValorVisual e Gimnográvida
(http://www.gimnogravida.pt/destaquesContainer_70)

Enfermeira Isabel Ferreira
Especialista em Saúde Materna & Obstetricia
Clinica Gimnográvida ( Preparação para o Parto & Maternidade )
Especialista dobebé

Tags from the story
Written By
More from

Saúde infantil em manual para mães emigrantes

Está a ser lançado, a nível nacional, o primeiro manual de saúde...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *