Risco de suicídio infantil consistente em todos os antidepressivos

Uma investigação publicada segunda-feira no jornal Pediatrics sugere que o risco de comportamento suicida entre crianças que tomam antidepressivos foi consistente em todas os medicamentos analisados, avança o site FirstWord. O investigador principal Sebastian Schneeweiss disse que "a principal conclusão é, essencialmente,uma não-descoberta, o que significa que não há diferença no risco de suicídio entre diferentes medicamentos".

O estudo decorreu durante nove anos e analisou os dados recolhidos de 20.906 crianças com idade entre os 10 e os 18 anos que tinham sido diagnosticadas com depressão e a quem foram prescritos ISRS ou antidepressivos tricíclicos. No primeiro ano de medicação, 266 tentativas de suicídio foram registadas, bem como três suicídios. Schneeweiss disse que "em todos os agentes antidepressivos mais prescritos, não houve diferença no risco de tentativas de suicídio e suicídios completados".

Os investigadores disseram que as suas descobertas de "taxas de eventos iguais" entre antidepressivos apoia a decisão da FDA de exigir que esses produtos tenham um alerta de aumento de pensamentos e comportamentos suicidas entre crianças e adolescentes. Schneeweiss sublinhou que os resultados são "extremamente importantes de conhecer, porque então podemos apenas concentrar-nos sobre a eficácia dos antidepressivos".

in rcmpharma

Written By
More from

Como salvar o seu casamento?

E se a história da Branca-de-Neve não tivesse terminado no momento do...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *