“Roubaram-me os dois filhos”

No modesto apartamento arrendado em Ponte de Sor estava tudo preparado para receber a pequena Beatriz Sofia. Mas a bebé não chegou a casa para estrear o novo carrinho e as roupinhas. Foi retirada à mãe na maternidade de Abrantes, em Junho, por ordem do Tribunal de Ponte de Sor.
Destroçada, a progenitora, Maria Oliveira, de 21 anos, não compreende as razões que levaram o juiz a retirar-lhe os dois filhos. Em 2009, já tinha ficado sem o pequeno Eduardo, hoje com dois anos e oito meses.

"Tinha comprado um carrinho e mudado para uma casa melhor, mas não me deram oportunidade para cuidar da Beatriz. Roubaram-me os filhos", diz Maria, que é mãe solteira.

Contactada pelo CM, Rosa Vital, da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Ponte de Sor, esclareceu que as medidas não foram tomadas de "ânimo leve", e que a bebé foi retirada dos braços da mãe por existir "risco de vida" para a criança. Os maus tratos continuados ao primeiro filho terão sido o motivo que levou o juiz a tomar a última decisão. Eduardo e Beatriz seguiram para um internato em Portalegre. O menino já foi adoptado no início deste ano.

A mãe, que por falta de trabalho vive das reformas da mãe e do companheiro (500 euros mensais), desmente os maus tratos. "Nunca faltou

in CM

Written By
More from

Casa Índigo: A estranha escola onde os alunos adivinham o futuro

Ministério da Educação reconheceu Casa Índigo, onde se acredita que as crianças...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *