“Roubaram-me os dois filhos”

No modesto apartamento arrendado em Ponte de Sor estava tudo preparado para receber a pequena Beatriz Sofia. Mas a bebé não chegou a casa para estrear o novo carrinho e as roupinhas. Foi retirada à mãe na maternidade de Abrantes, em Junho, por ordem do Tribunal de Ponte de Sor.
Destroçada, a progenitora, Maria Oliveira, de 21 anos, não compreende as razões que levaram o juiz a retirar-lhe os dois filhos. Em 2009, já tinha ficado sem o pequeno Eduardo, hoje com dois anos e oito meses.

"Tinha comprado um carrinho e mudado para uma casa melhor, mas não me deram oportunidade para cuidar da Beatriz. Roubaram-me os filhos", diz Maria, que é mãe solteira.

Contactada pelo CM, Rosa Vital, da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Ponte de Sor, esclareceu que as medidas não foram tomadas de "ânimo leve", e que a bebé foi retirada dos braços da mãe por existir "risco de vida" para a criança. Os maus tratos continuados ao primeiro filho terão sido o motivo que levou o juiz a tomar a última decisão. Eduardo e Beatriz seguiram para um internato em Portalegre. O menino já foi adoptado no início deste ano.

A mãe, que por falta de trabalho vive das reformas da mãe e do companheiro (500 euros mensais), desmente os maus tratos. "Nunca faltou

in CM

Written By
More from

Tributo aos pais que fazem vozes fofinhas aos seus bebés

... para, na verdade, passarem mensagens entre si. Uma prática notável que...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *