Suplemento de zinco na gravidez pode proteger bebês

Milhões de crianças – principalmente em países em desenvolvimento – sofrem de diarreia, condição que pode ser fatal. Porém um novo estudo publicado no Journal of Pediatrics indica que nesses países, onde a deficiência de zinco é mais comum, a administração de suplementos do nutriente em gestantes pode ajudar a reduzir as taxas de doenças relacionadas à diarreia entre os bebês.

De acordo com os autores do estudo, a Organização Mundial de Saúde já recomendava a suplementação de zinco em combinação com a re-hidratação no tratamento de diarreia aguda, mas pouco ainda se sabia sobre o uso do nutriente na gestação como forma de prevenção para o bebê.

A nova pesquisa envolveu mais de 400 gestantes peruanas que foram divididas em dois grupos: um com mulheres que tomaram suplemento diário com 15mg de zinco, 60mg de ferro e 250 microgramas de ácido fólico durante a gravidez; e outro com as gestantes que tomaram suplemento parecido, mas sem o zinco. E, acompanhando 420 bebês, os pesquisadores observaram que aqueles cujas mães haviam tomado zinco na gestação tiveram menos dias de diarreia e eram menos propensos a ter um surto de diarreia que durasse mais de uma semana.

Os resultados indicaram que 80% das crianças de seis meses a um ano tiveram pelo menos uma crise de diarreia. Entretanto, aqueles cujas mães haviam tomado o suplemento de zinco na gestação tiveram o problema em apenas 6% dos dias observados, enquanto os outros tiveram diarreia em 8% dos dias. Além disso, essas crianças teriam 34% menos chances de terem um episódio de diarreia que durasse mais de uma semana ou de ter muco nas fezes – sinal de diarreia mais grave -, comparados aos filhos de mulheres que não haviam tomado zinco na gestação. Outro benefício do uso de zinco observado foi a redução dos casos de escabiose – mais conhecido como sarna.

“A doença relacionada à diarreia é uma das principais causas de morte globalmente”, destacou a pesquisadora Laura E. Caulfield, da Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg, nos EUA. “Nosso estudo apoia a melhoria da nutrição pré-natal com zinco, especialmente em populações subnutridas e com recursos escassos, como forma de proteger os bebês contra a doença relacionada à diarreia”. No entanto, os especialistas destacam que mais estudos são necessários, principalmente para saber as razões dessa proteção.

Fonte: Journal of Pediatrics. 15 de março de 2010.

in gazetaweb.globo.com
Recorda-se quando o seu filho teve diarreia? Comente.

Written By
More from

Antibióticos usados em bebés prematuros podem causar surdez

Certos antibióticos potentes com os quais os bebés prematuros são tratados nas maternidades podem...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *