Tribunal tira três crianças de família por terem nomes de inspiração nazi

Um tribunal norte-americano determinou, esta quinta-feira, que três crianças baptizadas com nomes de inspiração nazi, entre eles Adolf Hitler, deveriam ser retirados da guarda dos pais.

O assunto foi tornado público em Dezembro de 2008, quando um supermercado recusou decorar um bolo de aniversário com o nome de uma das crianças.

“Parabéns Adolf Hitler Campbell”, era esta a mensagem que a família Campbell queria ver escrita no bolo de aniversário do pequeno Adolf, mas o supermercado onde a encomenda foi feita recusou-se a escrever a frase e o caso foi tornado público.

No mês seguinte, os três filhos dos Campbell foram retirados aos pais e entregues a uma família de acolhimento.

Para além do Adolf Hitler Campbell, de cinco anos, existe a JoyceLynn Aryan Nation (em português Nação Ariana) Campbell, de quatro anos, e uma versão feminina de Heinrich Himmler, comandante das SS e figura maior do Holocausto, a Honsz-lynn Hinler Jeannie Campbell, com três anos.

Já depois da retirada das crianças da guarda dos pais, um tribunal de família chegou à conclusão que não havia provas suficientes de negligência ou de abusos.

Mas essa decisão ficou em suspenso até ser avaliada por um tribunal de recurso, o que aconteceu nesta quinta-feira.

O tribunal de recurso justificou a decisão desta quinta-feira, sublinhando que o pai das crianças, Heath Campbell, 37 anos, nunca tinha tido um emprego devido a problemas médicos e mentais e que era iletrado.

A mulher, Deborah Campbell, de 27 anos, também sofre de problemas físicos e mentais.

O tribunal adiantou ainda que foram enviados assistentes sociais à residência do casal em Dezembro de 2008, depois de acusações de violência no seio da família.
Hugo Neutel

Written By
More from

A tomada de consciência do orgão genital.

Entre a idade dos 18 meses e os 3 anos, começam aparecer...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *