Uso de chupetas não prejudica amamentação materna

Não temam as chupetas. As mães que se preocupam com a possibilidade de que permitir que os bebês usem chupetas prejudique o amamente materno deveriam relaxar, afirma um novo estudo. Em artigo publicado pela Archives of Pediatric & Adolescent Medicine, pesquisadores afirmam não ter encontrado provas convincentes de uma conexão entre o uso de chupetas e a amamentação.

"As chupetas tradicionalmente são vistas como inimigas das melhores práticas de amamentação", escreveram os pesquisadores, da escola de medicina da Universidade da Virgínia. Nos anos 80, as autoridades de saúde norte-americana desencorajavam seu uso.

Mas nos últimos anos os pesquisadores descobriram indícios de que os bebês que usem chupetas ao dormir podem ser menos suscetíveis à síndrome de morte infantil súbita. A Academia Americana de Pediatria agora recomenda o uso de chupetas, por esse motivo.

Para os médicos, isso significa que existem duas necessidades aparentemente opostas: a de encorajar a amamentação materna, que é o método mais saudável de nutrir bebês, e a de reduzir o risco de mortes súbitas.

Para o estudo, os pesquisadores revisaram 29 estudos, realizados em 12 países, que tratavam de amamentação e do uso de chupetas. A diretora da pesquisa foi a Dra. Nina O¿Connor, do programa de residência da Clínica Familiar Chestnut Hill, de Filadélfia. Os pesquisadores constataram que as mulheres cujos filhos usavam chupetas pareciam deixar de amamentá-los mais cedo do que outras mulheres, mas ao que parece as chupetas não são o motivo.

Um dos redatores do estudo, a Dra. Fern Hauck, recomendou que chupetas comecem a ser usadas quando o bebê chega a três ou quatro semanas de idade.

in Noticias Terra

Written By
More from

Bebê morre enquanto médico navegava na internet

Um bebê de cinco meses morreu vítima de uma infecção em um...
Read More

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *